Bala que matou servidor público é de arma ponto.40

A Divisão de Homicídios da Polícia Civil de Santarém já está investigando a morte do servidor público Carlos Pimenta de Jesus, ocorrida na noite desta terça-feira (25), em um imóvel de sua propriedade, localizada na comunidade Areia Branca, nas proximidades da vila de Alter do Chão, região do Eixo Forte, em Santarém, no oeste do Pará. A vítima foi morta a tiros durante uma suposta tentativa de assalto. Os criminosos fugiram sem levar nenhum pertence do homem.

De acordo com informações repassadas pelo tenente Walter Neto, da Polícia Militar, a esposa de Carlos Pimenta informou o casal se preparava para deixar o local quando os bandidos surgiram e anunciaram o assalto, pedindo a chave do carro, quando ele se virou para apanhar a chave foi atingido com um disparo, que atingiu o pescoço. Os criminosos fugiram tomando rumo ignorado.

No local do crime a polícia encontrou uma cápsula de bala calibre ponto 40.

A área é conhecida por ser alvo de disputa de terras e especulação imobiliária. Há relatos de vários conflitos entre posseiros que atuam ilegalmente naquela região.

A polícia trabalha com a hipótese de homicídio, uma vez que nenhum pertence da vítima foi levado e também pelas características como o crime foi praticado. Apenas as investigações policiais vão esclarecer o que de fato ocorreu.

Deixe uma resposta