Nutrólogo acusado de abusar sexualmente de 16 pacientes é preso

Um nutrólogo foi preso na manhã desta segunda-feira (14), acusado de abusar sexualmente de suas pacientes. Abib Maldaun Neto foi detido no Aeroporto de Congonhas, em São Paulo.

A prisão preventiva do profissional de saúde foi expedida na última quarta-feira (9), pelo Tribunal de Justiça de São Paulo. Ele foi condenado em junho de 2018 por violação sexual mediante fraude. A sentença teve o endosso da segunda instância em julho de 2020, mas Maldun Neto respondia em liberdade.

Segundo o relato de 16 vítimas, o suspeito questionava as pacientes sobre a vida sexual e conduzia exames fora dos padrões médicos, apalpando os seios e introduzindo os dedos nas vaginas das pacientes de forma inapropriada.

Denúncias

Em novembro deste ano, o Ministério Público fez a segunda denúncia contra o médico pelo crime de abuso sexual — a primeira foi feita em 2018.

No depoimentos de 16 mulheres — sendo nove vítimas recentes e sete cujo relato é considerado prescrito, mas que colaboraram como testemunhas —, as vítimas contam que foram molestadas pelo médico dentro do consultório dele entre 1997 e 2020.

Em 2018, Maldaun foi condenado por abuso sexual no exercício da profissão. O registro profissional do médico no Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp) só foi cassado em outubro deste ano.

Fonte: O Liberal

Deixe uma resposta