Polícia vê resultados positivos com a barreira sanitária na divisa com o Amazonas

Com 20 dias de instalação, a barreira sanitária determinada pelo Governo do Pará na região Oeste, a fim de conter o avanço da Covid-19, já contabiliza resultados positivos, afirma o titular do Comando de Policiamento Regional 1, coronel Aldemar Maués. Segundo ele, desde o fechamento da divisa do Pará com o Amazonas já foram fiscalizados 65 veículos particulares na estrada entre os dois estados, 50 embarcações e 17 ônibus, que transportam colonos para a sede municipal de Juruti.

Barreiras policiais fiscalizam cumprimento do lockdown na região do Baixo Amazonas. Foto: Agência Pará

“Até o momento não foi identificado nenhum passageiro do Estado do Amazonas. Isso que dizer que a população está respeitando o decreto. Nós estamos atualmente com 10 policiais militares reforçando a 28ª Companhia de Polícia Militar de Juruti, que estão dando suporte até permanecer o fechamento da divisa”, informa o comandante.

A ação preventiva na região também conta com o apoio de uma lancha da 29ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) de Óbidos, para fiscalizar os rios, e um helicóptero, sediado em Santarém. “Até aqui, essa fiscalização tem sido extremamente positiva”, garante o coronel Aldemar Maués.

A barreira sanitária foi determinada, por meio de decreto estadual, pelo governador Helder Barbalho, no último dia 14 de janeiro, a fim de proibir a circulação de embarcações oriundas do Estado do Amazonas, que enfrenta o aumento de casos de Covid-19, falta de leitos e escassez de oxigênio.

A medida foi solicitada ao governo do Estado pela prefeita de Juruti, Lucidia Batista, para evitar que o porto da sede municipal recebesse navios que partem do Amazonas.

Prevenção – O secretário Regional de Governo do Oeste do Pará, Henderson Pinto, explicou que a barreira prossegue, ainda sem data prevista para encerrar a fiscalização. “O que o governo do Estado quer é garantir a segurança da população e evitar que aconteça aqui o mesmo que ocorreu em Manaus (AM). Por isso é importante essa fiscalização diária, para que possamos reduzir o cenário de pandemia não só no município, mas em todo o Estado”, ressaltou Henderson Pinto.

O secretário de Governo de Juruti, Alex Guedes, agradece ao governo a barreira sanitária. “Essa situação do município vizinho nos deixa bem preocupados. Felizmente, o governador Helder Barbalho agiu de forma rápida, e assim temos uma esperança maior de evitar um colapso”, acrescentou.

As informações são da Agência Pará

Deixe uma resposta