COVID-19: vereador Carlos Martins pede participação da sociedade civil no Comitê de Crise

A imunização do público prioritário nesta etapa de vacinação contra a Covid-19 precisa ocorrer de forma organizada e mais transparente. A observação é do vereador Carlos Martins (PT), que solicitou, mais uma vez, a inclusão da sociedade civil na composição do Comitê de Crise para Enfrentamento da Covid-19 em Santarém, oeste do Pará. Para ele, é fundamental que a população seja informada, por meio de seus representantes legais, de todos os processos neste estágio importante de combate e prevenção ao coronavírus.

Vereador Carlos Martins (PT) cobra mais investimentos do Estado no combate à Covid-19 em Santarém. Foto: Câmara Municipal

Na sessão remota da última quarta-feira (3), o parlamentar solicitou ainda que o governo do estado aumente a quantidade de doses de vacinas contra a Covid para Santarém. Ele também voltou a cobrar o imediato funcionamento do Hospital de Campanha no município que, apesar de já ter sido anunciado sua reinstalação, ainda não tem um prazo certo de quando vai começar a atender os pacientes com sintomas da Covid.

Carlos Martins vê falhas na assistência recebida pelos municípios do Estado, na prevenção e combate à doença. “O governo do estado precisa entender que o Hospital de Campanha necessita voltar a funcionar de forma urgente e com recursos financeiros oriundos do Estado. E que a abertura de 20 leitos de forma emergencial no Hospital Municipal por parte da Semsa, com recursos próprios do município, embora seja uma iniciativa importante, não é a solução mais adequada”, finalizou o vereador.

Deixe uma resposta