Instituto Alcoa, PPA Solidariedade e IJUS vão distribuir cestas básicas em Juruti

Em meio a uma das maiores crises sanitárias já enfrentadas e os efeitos negativos causados na economia devido aos casos de Covid-19, iniciativas de solidariedade ganham destaque. Uma delas é o projeto “Juruti Contra a Covid-19”, coordenado pelo Instituto Juruti Sustentável (IJUS) para implementação de ajuda humanitária à população em situação de vulnerabilidade social. A iniciativa conta com o apoio dos parceiros Instituto Alcoa, Alcoa Foundation, USAID, NPI Expand, Palladium, Plataforma Parceiros pela Amazônia, SITAWI Finanças do Bem e Cooperativa da Agricultura Familiar de Juruti (Cooafajur).

O apoio consiste na doação de mais 2.000 cestas básicas contendo itens alimentícios e de higiene. As cestas serão distribuídas até o dia 31 de março às famílias selecionadas por meio de entrevista social, realizada pelo próprio IJUS. Além da distribuição de cestas, serão atendidos com insumos agrícolas 52 agricultores familiares de todo o município, impactados pelos problemas da pandemia.

Tatiana Bizzi, diretora executiva do Instituto Alcoa, ressalta que o Instituto vem acompanhando os momentos de cada município para atender as necessidades da comunidade.

“A ajuda humanitária, que estamos dedicando este ano para Juruti é mais uma contribuição para apoiar as comunidades nesse momento tão difícil da pandemia”, destaca Tatiana. As cestas beneficiarão famílias das áreas urbana e rural. No ano passado, o Instituto Alcoa já doou 1.623 cestas básicas também em parceria com o IJUS e a Prefeitura de Juruti.

O gerente geral da Alcoa Juruti, Genesis Costa, afirma que desde o início da pandemia, a empresa vem mobilizando esforços para fortalecer a estrutura de saúde em Juruti e apoio às pessoas que mais necessitam de suporte. “A união e a solidariedade são essenciais para superarmos este momento. Desde o início da pandemia, a Alcoa está junto à comunidade, tanto para fortalecer a estrutura de saúde e garantir o enfrentamento direto da Covid-19 em Juruti, quanto para a ajuda humanitária a famílias em vulnerabilidade, doando cestas básicas e kits de higiene”, destaca.

“O IJUS desde o início da pandemia se adaptou para buscar parcerias que contribuam para minimizar os efeitos da pandemia atuando em diferentes frentes como da saúde, comunicação, e ações humanitárias como essa. Não poderíamos esperar para agir, nos sentimos gratos, pois estamos conseguindo contribuir com famílias que realmente precisam de apoio neste momento”, afirmou Maria Raimunda Melo (Deise), presidente do Instituto Juruti Sustentável.

Para Augusto Corrêa, secretário executivo da Plataforma Parceiros pela Amazônia, “a iniciativa reafirma o compromisso do setor privado com o desenvolvimento sustentável das populações da Amazônia, uma vez que estende a disponibilidade de recursos assistenciais para garantir que os grupos vulneráveis possam se proteger nesse delicado momento”.

Fotos da ação disponíveis neste link.

Crédito: IJUS

Deixe uma resposta