MP instaura procedimento para apurar responsabilidades pela ‘liberação’ de evento esportivo em Alter do Chão

O Ministério Público do Estado do Pará (MPE), por meio da Promotoria de Justiça de Santarém, instaurou um procedimento para apurar a responsabilidade pela liberação do evento esportivo ocorrido no último fim de semana em Alter do Chão, no oeste do Pará, e que causou repercussão negativa em virtude de o município estar em meio à pandemia da Covid-19.

Evento esportivo realizado no fim de semana em Alter do Chão em meio à pandemia da Covid-19, que já matou 848 pessoas em Santarém. Foto: Reprodução Redes Sociais/Blog do Jeso

Inicialmente, o MP encaminhou ofício à Divisão de Vigilância Sanitária, cujo titular da pasta, Marcelino Xavier, foi quem assinou o documento autorizando a realização do evento, ao Comitê de Gestão de Crise de Santarém, Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), ao prefeito Nélio Aguiar e à Procuradoria do Município, solicitando documentos, esclarecimentos e justificativas técnicas sobre a liberação do evento denominado ‘2º Desafio Zéfiro’, bem como se houve a presença de fiscalização sanitária no local.

Documento assinado pelo chefe da Divisão de Vigilância Sanitária, Marcelino Xavier. Foto: Blog do Jeso

O MP quer saber ainda quais as providências serão tomadas visando apurar, nas esferas cível, administrativa e criminal, a conduta dos organizadores/participantes, com encaminhamento da documentação comprobatória.

Ao final das apurações, a Promotoria de Justiça vai informar sobre quais os encaminhamentos serão conduzidos pelo órgão ministerial.

Santarém registra alto índice de contaminação da Covid-19. No boletim epidemiológico divulgado ontem (6), pela Semsa, o município possui 848 mortes e 16.850 infectados pela doença desde o início da pandemia.

Apesar dos altos números, a Divisão de Vigilância Sanitária autorizou um evento esportivo, que causou aglomerações e muita gente sem máscara.

Deixe uma resposta