Com mais 9 óbitos, Santarém se aproxima de 900 mortes por Covid-19

O município de Santarém, no oeste do Pará, se aproxima da marca de 900 mortes por Covid-19. Com mais nove óbitos confirmados na noite desta terça-feira (13), segundo boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), o município chegou ao total de 895 vidas perdidas desde o início da pandemia.

No Hospital de Campanha de Santarém a falta de medicamento pode comprometer o tratamento de pacientes. Foto: Arquivo/Agência Pará

O número de vítimas registrado só neste mês de abril já chega a 48. Segundo a Semsa, mais nove outros óbitos estão sendo investigados.

As mortes registradas no boletim divulgados hoje ocorreram entre os dias 03 13 de abril sendo 5 homens e 4 mulheres.

Datas das mortes e idades dos pacientes:

1 morte no dia 03/04: 79 anos

4 mortes no dia 10/04: 80 anos, 54 anos, 75 anos e 54 anos.

3 mortes no dia 11/04: 55 anos, 68 anos e 74 anos

1 morte no dia 13/04: 69 anos

Já em relação aos casos confirmados, o boletim de hoje trouxe mais 43 novos casos positivos. O total de pessoas infectadas agora é de 17.159. Existem 16.032 pessoas recuperadas, 20.315 resultados negativos, 65 análises, 2.857 monitorados, 77.345 monitorados já recuperados,  112 estão internados e outros 121 estão em isolamento clínico-hospitalar ou domiciliar.

MEDICAMENTOS

Nesta tarde, o prefeito Nélio Aguiar foi informado que pode faltar medicamentos destinados à intubação dos pacientes com Covid-19 internados no Hospital de Campanha de Santarém. Imediatamente após receber essa notícia, o gestor municipal encaminhou ofício ao Ministério da Saúde, em caráter de urgência, o abastecimento de medicamentos para suprir a demanda do HCS e evitar um colapso na rede hospitalar.

A falta de remédios, segundo a direção do hospital, se deu em virtude do aumento do consumos dos medicamentos usados no tratamento dos pacientes internados. A maior preocupação é com relação ao ‘kit intubação’, que atingiu o limite crítico e pode comprometer no tratamento dos pacientes. Outros medicamentos de alto consumo também já estão em falta no mercado local.

REDE HOSPITALAR

A rede Hospitalar de Santarém possui no momento 71 leitos de UTI exclusivo para covid-19 (64 adultos, 3 neonatal e 4 pediátrico) disponíveis dos quais 56 estão ocupados, sendo 54 com casos confirmados e 02 com suspeitos.

Não há leitos ocupados na UTI Pediátrica e na UTI Neonatal há 1 leito ocupado com 1 caso suspeito.

Dos 64 leitos para adultos, 55 estão ocupados (93,75%) com 54 pacientes positivados e 01 suspeito. Todos os pacientes estão no HRBA. Existem 04 pacientes na fila de espera para ocupar um leito de UTI.

Existem 194 leitos clínicos disponíveis exclusivos para covid-19. Desse total, 77 estão ocupados (39,09%), 58 com positivos e 19 com suspeitos.

Deixe uma resposta