Santarém chega a 991 mortes e 17.964 casos confirmados de Covid-19

O município de Santarém, no oeste do Pará, chegou a 991 mortes e 17.964 casos confirmados do novo coronavírus, de acordo com o boletim epidemiológico da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), divulgado na noite desta quinta-feira (13). A nova atualização do boletim trouxe a confirmação de mais cinco óbitos em decorrência da Covid-19 e 18 novos casos positivos da doença.

A Semsa informa ainda que mais seis mortes estão sendo investigadas.

Todas as cinco mortes confirmadas no boletim de hoje ocorreram este mês, entre os dias 4 e 12. Confira:

Uma mulher que faleceu no dia 04/05 e não teve a idade divulgada
Uma mulher de 84 anos que faleceu no dia 08/05
Um homem de 70 anos que faleceu no dia 10/05
Um homem de 77 anos que faleceu no dia 12/05
Um homem de 58 anos que faleceu no dia 12/05

Ainda de acordo com o boletim da Semsa, 16.755 pessoas recuperadas, 21.360 resultados negativos, 91 análises, 1.721 monitorados e 85.435 monitorados já recuperados, além de 218 pacientes estão em isolamento clínico-hospitalar ou domiciliar.

Mudança de bandeiramento

Nesta noite, o governador Helder Barbalho anunciou a mudança de bandeiramento em todo o Pará. A região do Baixo Amazonas, por exemplo, sai do laranja para o amarelo a partir desta sexta-feira (14).

Também seguem para o bandeiramento amarelo, as regiões Metropolitana de Belém I e II, do Marajó Oriental, Nordeste, do Tapajós e Baixo Tocantins. A decisão foi tomada durante reunião do Governo do Estado com o Comitê Técnico e Científico, realizada nesta quinta-feira (12).

De acordo com o levantamento apresentado pelo Comitê, em todo o Pará, o percentual de ocupação de leitos clínicos exclusivos para o tratamento da Covid-19, neste momento, é de 42,1% e o de UTI é de 67%. No último dia 06 de maio, as mesmas taxas estavam em 43,1% e 69,6%, respectivamente, representando queda nas demandas de procura por leitos no Estado e na pressão do sistema de saúde.

Os dados informados também demonstraram índices menores na Região Metropolitana de Belém, onde a taxa de ocupação de leitos clínicos está em 41,9% e a de UTI em 58,2%. 

Novas medidas – A nova determinação permite, até 1h da madrugada, o funcionamento de restaurantes, lanchonetes, bares e estabelecimentos afins, desde que seja respeitada a lotação máxima de 50% da capacidade dos ambientes, sem limitação de horário pra a venda de bebidas alcoólicas ou quantidade de músicos.

Além disto, fica permitida a realização de eventos privados em locais fechados com o número máximo de 200 pessoas. Boates, casas noturnas, casas de shows e estabelecimentos similares, bem como a realização de shows e festas abertas ao público, permanecem fechados.

Medida preventiva – Ainda de acordo com o Comitê Técnico, as regiões de Carajás, do Xingu, do Araguaia e do Marajó Ocidental continuam com bandeira na coloração laranja.

As novas determinações irão constar no Decreto Estadual 800/2020, que será publicado com alterações na sexta-feira (13).

Leitos
A rede Hospitalar de Santarém possui no momento 71 leitos de UTI exclusivo para covid-19 (64 adultos, 3 neonatal e 4 pediátricos) disponíveis dos quais 54 estão ocupados, sendo 47 com casos confirmados e 07 com suspeitos.

Não há leitos ocupados na UTI Pediátrica e nem na UTI Neonatal.

Dos 64 leitos para adultos, 54 estão ocupados (85,94%) com 47 pacientes positivados e 07 suspeitos. Todos os pacientes estão no HRBA. Não há pacientes na fila de espera para ocupar um leito de UTI.

Existem 164 leitos clínicos disponíveis exclusivos para covid-19. Desse total, 74 estão ocupados (46,84%). São 55 casos positivos e 19 com casos suspeitos.

Com informações da Agência Pará e Semsa

Deixe uma resposta