Solução de eficiência energética é destaque em programa de inovação aberta

Os resultados de soluções inovadoras nas áreas de desenvolvimento social, eficiência operacional, gestão de água, gestão de resíduos e rejeitos, saúde e segurança ocupacional, desenvolvidas por 14 startups em parceria com mineradoras de várias partes do Brasil, como a Mineração Rio do Norte (MRN), foram apresentados na última quarta-feira (28) no Demoday, evento on-line que concluiu o Ciclo 5 do M-Start, programa de inovação aberta, realizado pelo Mining Hub, que tem como objetivo testar tecnologias capazes de solucionar desafios comuns do setor de mineração.

Apoiar indústrias para serem mais eficientes e sustentáveis por meio do monitoramento on-line de indicadores de consumo, produção e processos, é o propósito da solução IndustryCare, que também apoia para diagnosticar, tratar e prevenir perdas e ineficiências energéticas e operacionais. “Um dos principais benefícios da solução da IndustryCare é trazer a visibilidade para o time da indústria, possibilitando monitorar dados variados de consumo, produção, processos em tempo real e visualizar seu comportamento histórico. Outro benefício é apoiar também com análise e ciência de dados, buscando oportunidades e melhorias, lado a lado com as indústrias, além de desenvolver modelos de Inteligência Artificial específicos para cada contexto fabril”, relata Wagner de Barros Neto, um dos cofundadores da IndustryCare.

Bruno Sousa, CEO que trabalha com Wagner Neto na startup IndustryCare, utilizando o sistema, que gerou benefícios como o consumo mais sustentável de energia na MRN. (Foto: Divulgação IndustryCare)

Desenvolvida há dois anos em Goiânia (GO) e com atendimento a indústrias de vários estados, a IndustryCare inscreveu-se no M-Start para atender ao desafio específico de Monitoramento da Eficiência Energética, lançado pela MRN, maior produtora de bauxita do Brasil, que opera no distrito de Porto Trombetas, no município de Oriximiná (PA). “A IndustryCare construiu uma solução flexível e personalizável, em que é possível construir visualizações e monitorar quaisquer tipos de indicadores como, por exemplo, de consumo (energia, gás, combustível etc.), processos (pressão, temperatura, velocidade etc.), produção e emissões de gases de efeito estufa. Desta forma, nossa solução se adapta e é personalizável para atender necessidades particulares de cada operação industrial”, assinala o empreendedor.

Demoday – Na apresentação no Demoday, o empreendedor destacou que o maior valor da experiência com a MRN foram as interações durante os quatro meses produtivos do M-Start. “Foi bem interessante esse período, pois a mineradora tinha muitos dados já sendo gerados e o time da MRN foi bastante colaborativo em todo o processo, das reuniões técnicas até as revisões de sprints”, pontua.

Segundo Wagner Neto, o monitoramento da eficiência da usina e do processo de secagem do minério gerou um volume grande de dados para a IndustryCare, que, a partir daí, criou modelos matemáticos e de Inteligência Artificial para prever a relação de consumo de combustível e de energia a partir do volume de produção e a energia necessária a ser gerada pela usina. “Entre os impactos deste trabalho estão a transparência destes dados, que ficaram mais visíveis para o time acompanhar o impacto nos indicadores de eficiência, e o monitoramento em tempo real, que viabiliza uma tomada de decisão ágil para garantir uma operação mais sustentável”, comenta.

Isenildo Marques, gerente de Geração e Distribuição de Energia da MRN, também destaca os benefícios da parceria: “Com a implementação da solução do time da IndustryCare, conseguimos ter mais previsibilidade da quantidade do consumo de energia e otimizar mais este consumo. Destaco também a dinâmica e a colaboração de toda a equipe que viabilizou o sucesso do projeto”, afirmou.

Wagner Neto assinala que a MRN ganha muito ao participar de programas de inovação aberta como o M-Start, podendo testar tecnologias e inovações, ter contato com especialistas e profissionais que podem ajudar a mineradora com novas visões e soluções para seus processos e tomadas de decisão. “A conexão que nós da IndustryCare fizemos com o time da MRN foi muito positiva, especialmente pela grande colaboração e parceria com os envolvidos, buscando juntos um trabalho que trouxesse impactos positivos para a mineradora”, conclui.

Mining Hub – O Mining Hub é o primeiro hub de inovação aberta do setor de mineração no mundo. Reúne 25 mineradoras e 13 fornecedores associados. O programa tem o objetivo de desenvolver soluções para desafios em seis temáticas diferentes: desenvolvimento social, eficiência operacional, fontes de energia alternativas, gestão de água, gestão de resíduos e rejeitos e saúde e segurança ocupacional. Conta com o apoio do Instituto Brasileiro de Mineração e tem a Neo Ventures como aceleradora corporativa.

Fonte: Temple Comunicação

Deixe uma resposta