Nova fase do Qualifica Mais Progredir vai oferecer cursos para formar microempreendedores individuais

Com o objetivo de aumentar a inclusão produtiva no mercado de trabalho de beneficiários do Auxílio Brasil, novo programa do governo federal, foi lançada uma nova fase do programa ‘Qualifica Mais Progredir’, voltado para a formação de microempreendedores individuais com a oferta de cursos gratuitos. A iniciativa é dos ministérios da Cidadania e da Educação .

Os cursos serão oferecidos a jovens acima de 18 anos que tenham concluído o ensino fundamental. Foto: Agência Brasil

Os cursos serão oferecidos a jovens acima de 18 anos que tenham concluído o ensino fundamental e que residam em uma das cem cidades prioritárias indicadas pelo Ministério da Cidadania. Essas localidades foram escolhidas a partir do alinhamento entre o perfil do beneficiário do Auxílio Brasil e o perfil produzido pelo Datasebrae do profissional MEI no país.

Ao todo serão 23,5 mil vagas ainda em 2021, por meio da Bolsa-Formação do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego, o Pronatec. As aulas começam em 2022, na modalidade presencial, com carga horária de 160 horas. A meta é alcançar mais de 65 mil pessoas, com um investimento do governo federal superior a R$ 37 milhões.

Nesta primeira etapa, que acontece até setembro, o MEC abriu o prazo para a adesão das instituições que compõem a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (RFEPCT). As prefeituras e os equipamentos do Sistema Único de Assistência Social (Suas) das cidades prioritárias devem auxiliar na mobilização dos alunos.

Fonte: Brasil 61

Deixe uma resposta