Casos positivos de Covid-19 na região oeste do Pará seguem caindo, aponta Labimol

Os números de casos positivos da Covid-19 registrados nos municípios do Oeste do Pará vêm caindo, informou nesta quarta-feira (6), o Laboratório de Biologia Molecular (Labimol) da Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa).

Os dados apresentados mostram que, no mês de março, do total de testes feitos, 68,2% eram positivos e apenas 31,6% negativos, considerando a média dos municípios da região. Em abril, os números começaram a mostrar uma significa queda dos casos positivos. Nesse mês, o percentual de casos confirmados chegou a 54,3 por cento.

Ao longo dos meses subsequentes, a tendência de queda foi-se confirmando, chegando ao mês de setembro com um percentual de 10,3% de casos positivos, contra 89,7% de resultados negativos em toda a região.

O que chamou a atenção da equipe do Labimol foi o caso do município de Santarém, que, em setembro, se manteve estável, com o percentual de 10% de casos positivos.

Confira os números nos quadros demonstrativos:

Com relação aos números absolutos de testes feitos na região, os dados mostram significativa redução. No mês de março, por exemplo, foram realizados 1.555 exames, enquanto que em setembro foram 948 testes na região Oeste do Pará.

Testes de covid-19 para a comunidade acadêmica da Ufopa

Com o início do ano letivo 2021.1, a partir desta semana, o Laboratório de Biologia Molecular vai intensificar suas ações para a realização de testes RT-PCR dos membros da comunidade acadêmica.

Alunos, professores, técnicos e terceirizados podem solicitar o exame enviando e-mail para labimol@ufopa.edu.br, a partir do qual será feito o agendamento.

Labimol também faz testagem de professores e funcionários da rede pública

Em uma parceria com a Secretaria de Saúde do Estado (Sespa), com a Secretaria de Estado de Educação (Seduc) e com a Secretaria Municipal de Educação de Santarém (Semed), o Laboratório de Biologia Molecular da Ufopa também está realizando testes RT-PCR de professores e demais funcionários das escolas das redes municipal e estadual de ensino. A medida visa a garantir a segurança da comunidade escolar para o retorno às aulas.

Na Rede Municipal de Ensino de Santarém, foram realizados cerca de 500 testes.

Para a Rede Estadual, a previsão é de realizar 1.000 coletas, tanto de Santarém quanto de Aveiro, Belterra e Mojuí dos Campos.

As informações são do Labimol

Deixe uma resposta