MRN realiza exercício simulado com comunitários do quilombo Boa Vista

Comunidade Boa Vista participa de exercício simulado sobre barragens. (Foto: Juraci Vale)

Em uma ação conjunta com a Defesa Civil e comunitários, a Mineração Rio do Norte (MRN) realizou, no último sábado (30), um exercício simulado de emergência na comunidade quilombola Boa Vista, no município de Oriximiná, oeste do Pará. A iniciativa faz parte do Plano de Ação de Emergência das Barragens de Mineração (PAEBM) da empresa.

Para o gerente de Geotecnia da MRN, Alexandre Schuler, que também é o coordenador do PAEBM, o simulado busca reforçar a cultura de segurança. “Levamos de forma transparente as informações para dentro da comunidade, apresentando os cenários, explicando os possíveis impactos e, principalmente, quais ações devem ser tomadas no caso de uma emergência de barragem de mineração. O objetivo é treinar a comunidade e os próprios empregados da MRN para que todos estejam preparados para situações emergenciais envolvendo barragens de mineração”, explicou.

O treinamento, realizado de forma voluntária, contou com a adesão de membros da comunidade. Para Elessandra Correa, analista de Relações Comunitárias da MRN, o diferencial está na transparência entre empresa e comunidade. “Manter canal interativo, responsável e transparente é essencial para mostrar nosso compromisso com a segurança das comunidades. Esse canal é fundamental para mantermos diálogo constante, esclarecendo todas as dúvidas, sempre trazendo tranquilidade para os comunitários”, ressaltou.

Durante o simulado, foram apresentadas técnicas de segurança, as rotas de fuga e os pontos de encontro, no caso de uma possível emergência de barragem de mineração. A comunidade Boa Vista encontra-se à jusante de dois reservatórios de sedimentos, que possuem a função de clarificação de águas pluviais do sistema de drenagem dos pátios de estocagem e retroárea do porto da MRN. Os estudos de ruptura hipotética e os levantamentos cadastrais das comunidades indicam que não há moradias dentro da zona de impacto (ZAS – Zona de Autossalvamento). “Dar conhecimento desse cenário às comunidades é muito importante, para que possam conhecer e compreender a realidade desses reservatórios”, ressalta Jéssica Naime, gerente de Relações Comunitárias da MRN.

Amarildo Santos de Jesus, coordenador geral da Associação da Comunidade Remanescente de Quilombo Boa Vista Trombetas (ACRQBV), destacou que o simulado traz na prática mais esclarecimentos. “São informações que alguns membros da comunidade não conheciam e a Mineração está trabalhando para nos mostrar o que é uma barragem, o que ela faz e quais são os riscos. Na prática esclarece muito mais”, contou.

A comunitária Maria Iranildes, 54 anos, reforçou a importância das informações de segurança. “Nunca se sabe o dia que pode acontecer um acidente. Então, ações como essa são extremamente importantes para nossa comunidade”, relatou.

A empresa também reforçou seu compromisso com a segurança junto aos seus empregados, realizando, no último dia 29/10, o simulado do PAEBM, no platô Saracá. O evento contou com a participação de 750 pessoas, incluindo integrantes do Corpo de Bombeiro Militar, Defesa Civil estadual e municipal e empregados.

MRN realiza exercício simulado sobre barragens. (Foto: Juraci Vale)

Fonte: Temple Comunicação

Deixe uma resposta