MRN destaca a importância dos cuidados com a saúde mental de seus empregados

Nos últimos dois anos, principalmente em função da Covid-19, a saúde mental foi pauta constante nos ambientes corporativos. As restrições impostas pela pandemia fizeram com que muitas empresas investissem cada vez mais em ações de conscientização e prevenção permanente junto a seus empregados para que eles cuidem da saúde mental, tão importante quanto a saúde física. Este mês, quando se realiza a campanha Janeiro Branco, as empresas reforçam a atenção ao tema na vida das pessoas, justamente quando estão mais focadas em resoluções e metas para o ano.

O médico do trabalho da Mineração Rio do Norte (MRN), Alessandro Montuori, ressalta que os profissionais que atuam na atenção psicossocial vivem dias desafiadores e que a maioria das desordens mentais estão ligadas à carga da depressão, estresse e ansiedade. “Devemos prevenir o aumento dos impactos na saúde mental relacionados à redução do bem-estar psicossocial provocado pelos efeitos sanitários, sociais e econômicos que estão atingindo toda a população durante pandemia, sendo que alguns grupos populacionais vivenciam isto de modo mais agudo”, analisa.

Alessandro Montuori alerta que cuidar da saúde mental é cuidar do ser humano de forma integral. Ele destaca que é importante estar atento aos sinais e adotar um pensamento sempre positivo para garantir o bem-estar, evitando não se isolar do convívio social. “Hoje, a tecnologia nos permite a conexão com outras pessoas para não ficarmos sozinhos, mas é importante fazermos atividades extratrabalho, que nos dê prazer, como exercícios físicos, ler livros, estabelecer novos hábitos alimentares saudáveis e obedecer a um bom ciclo de sono”, lista.

O médico do trabalho diz que as pessoas não devem sentir vergonha diante de uma saúde mental instável. “Deve-se buscar ajuda profissional quando a tristeza for muito recorrente”, aconselha. Além disso, ele diz que é preciso disseminar a empatia onde os colaboradores da mesma equipe consigam se reconhecer, identificar e perceber quando um colega de trabalho não está bem ou com o comportamento diferente do normal, para que seja ajudado.

No ambiente corporativo, questões emocionais podem afetar diretamente a produtividade dos trabalhadores e resultar em afastamentos. “Daí a importância de estarmos sempre levando informações sobre saúde mental e em constante monitoramento das pessoas que necessitarem de ajuda”, argumenta. Atualmente, o Hospital de Porto Trombetas, mantido pela MRN e gerenciado em cogestão com a Associação Brasileira de Entidades de Assistência Social, conta com excelente estrutura para prestar atendimentos na área de saúde mental.

Fonte: MRN

Deixe uma resposta