Provedores de internet alertam para riscos de queimadas próximo a cabos de fibra óptica

O proprietário de uma grande área localizada entre as comunidades de Campo Verde e Divinópolis, no KM 55 da BR-163, entre os municípios de Rurópolis e o distrito de Miritituba, em Itaituba, no sudoeste do Pará, causou um grande prejuízo aos provedores de internet da região nesta terça-feira (15). Durante um serviço de limpeza do terreno que está sendo preparado para o plantio, uma retroescavadeira empurrou um amontoado de entulhos para debaixo da rede de dados, danificando os cabos de transmissão, deixando milhares de pessoas sem o serviço de internet por algumas horas em Santarém e cidades vizinhas.

Os técnicos das empresas foram deslocados para o local para restabelecer o serviço e quando lá chegaram se deparam com um cenário preocupante: entulhos amontoados debaixo dos cabos de transmissão prontos para serem queimados. Os riscos também para a rede elétrica, já que nesse local há torres das concessionárias de energia.

As queimadas em áreas de vegetação às margens da BR-163 são muito comuns neste período do ano e se multiplicam a partir do mês de junho. A prática é um risco tanto para as redes elétricas quanto para os transmissores de dados de internet.

As empresas alertam donos de propriedades na região para os cuidados no uso do fogo de forma inadequada para limpar e preparar terrenos, pois ele representa um risco muito grande para serviços essenciais às pessoas hoje em dia: a internet e a energia.

As queimadas próximas à rede elétrica e aos cabos de fibra óptica causam a interrupção no fornecimento desses serviços e, mesmo que as chamas não atinjam os cabos diretamente, podem provocar curtos-circuitos.

A internet é hoje um dos serviços mais utilizado pelas pessoas quanto a energia elétrica. Quando há suspensão desse serviço, praticamente tudo que depende da conexão para e causa uma série de transtornos e prejuízos. Para muitos usuários, ficar horas sem acesso ao serviço é um grande pesadelo.

Fazer queimada é crime e as pessoas podem denunciar práticas ilegais, de maneira anônima, ligando gratuitamente para o telefone 181.

Confira algumas dicas de como evitar queimadas e esses riscos:

• Evite acender fogueiras, principalmente próximo a cabos de tensão ou de fibra óptica;

• Não jogue pontas de cigarro acesas às margens de rodovias ou próximo a qualquer tipo de vegetação;

• Apague com água as cinzas de fogueiras para evitar que o vento leve as brasas para as matas e não coloque fogo em terrenos baldios ou lixões;

Fonte: Blog Quarto Poder

Deixe uma resposta