Malungu define ações para os próximos dois anos, com o apoio da Ecam

A Ecam Projetos Sociais e Malungu se reuniram, entre os dias 15 e 17 deste mês, a para a atualização do planejamento estratégico da organização quilombola, com ações previstas para os próximos dois anos (2022/2023). O encontro aconteceu na Comunidade de Itancoã Miri, município de Acará/PA.

Na ocasião, foram debatidos o fortalecimento institucional e a incidência política da Malungu nos eixos de luta pelo território, além de políticas afirmativas, protocolos de consulta, mapeamento cultural, projetos e captação de recursos. “A parceria entre a Ecam Projetos Sociais e Malungu tem gerado bastantes frutos. Acabamos de realizar o planejamento estratégico que traz para a Malungu a possibilidade de ter ações bem definidas para os próximos anos”, explica o coordenador administrativo da Malungu, Aurélio Borges.

A parceria visa, ainda, fortalecer a relação da Ecam Projetos Sociais com a Malungu na região Metropolitana de Belém e suas regionais; dar maior visibilidade para a organização junto às suas organizações associadas; permitir uma interação entre os coordenadores que moram em outros municípios, aumentando o entendimento sobre os objetivos e metas da organização, entre outras ações.

“Dentro desses planejamento, pudemos elencar o assessoramento jurídico para as comunidades quilombolas e atividades no Baixo Amazonas e em outras regiões do estado do Pará, que a Malungu compõe. Vamos ter isso também como um banco de dados, para fundamentar  as atividades do dia a dia. Então, esse trabalho está sendo muito importante”, antecipa o coordenador. 

O encontro contou com a participação de 17 pessoas, entre profissionais das entidades e quilombolas da região. “Agradecemos a parceira da Ecam e de todos os quilombolas que puderam estar conosco, fazendo esse planejamento estratégico acontecer”, finaliza Aurélio Borges, coordenador administrativo da Malungu.

Sobre a Ecam Projetos Sociais

A Ecam Projetos Sociais é uma iniciativa da Ecam, que lida com a implementação de programas e atividades, ao lado de comunidades e grupos locais, promovendo ações práticas e sustentáveis de desenvolvimento.

Sobre a Malungu

A Malungu é a organização das comunidades quilombolas do estado do Pará e surge como um dos desdobramentos da luta travada por mulheres e homens quilombolas que desde o final da década de 1980 exigem a garantia de seus direitos territoriais reconhecidos na Constituição Federal Brasileira de 1988. Atualmente, a organização apoia cerca de 230 instituições quilombolas, que representam mais de 500 comunidades.

Deixe uma resposta