Racista é presa após chamar funcionária de aeroporto de “macaca” e morder seguranças

Policiais militares prenderam uma mulher de 32 anos, nessa sexta-feira (28/8), no Aeroporto Internacional de Confins, na Grande BH, depois de uma confusão que começou com um caso de injúria racial.

A suspeita teria chamado a funcionária de um restaurante no local de “macaca bunduda” e, na sequência, agrediu os agentes de segurança com mordidas e cabeçadas.

De acordo com o boletim de ocorrência, a mulher conversava com a trabalhadora quando, diante de um desentendimento, a chamou de “piranha”.

(…)

Fonte: Diário do Centro do Mundo

Deixe uma resposta