Caixa abre concurso com 10 mil vagas de nível médio

A Caixa Econômica Federal anunciou o total de 10 mil contratações em 2021. Dessas, 3 mil serão de aprovados no concurso de 2014, ainda vigente, e mil por meio de um novo concurso público, apenas para deficientes.

Concurso da Caixa oferece 10 vagas de emprego para o nível médio em todo o país. Foto: Divulgação/ABr

O edital do concurso Caixa Econômica Federal 2021 está programado para setembro. O anúncio foi feito pelo presidente do banco, Pedro Guimarães.

“Vamos contratar mais 10 mil pessoas. Destas, 4 mil serão novos empregados, 3 mil dependem de autorização da Sest (Secretaria de Coordenação e Governança das Empresas Estatais) e mil serão PCDs (deficientes) em um novo concurso, em setembro deste ano”, anunciou o presidente da Caixa.

Além dos profissionais efetivos, o banco contratará 5.200 estagiários e aprendizes e 800 vigilantes e recepcionistas.

Em resposta à Folha Dirigida, a Caixa Econômica Federal confirmou a distribuição das 10 mil vagas, que fica da seguinte forma:

Mil empregados efetivos deficientes por meio de um novo concurso público (edital em setembro)
3 mil aprovados de 2014, a depender de autorização do Sest
5.200 estagiários e aprendizes;
800 vigilantes e recepcionistas.
As admissões serão destinadas às 250 novas agências que a Caixa Econômica Federal abrirá até o fim de 2021.

As contratações, de acordo com a Caixa, reforçam o papel da instituição como o banco com a maior presença bancária no país.

No total, são 26 mil pontos de atendimento ao cidadão por meio de sua rede de agências, unidades lotéricas, correspondentes bancários, agências-barco e agências-caminhão.

Novo concurso trará mil vagas de nível médio
Os deficientes, para participarem do novo concurso público, precisarão ter o nível médio, já que as vagas deverão ser para técnico bancário.

A carreira tem ganhos de R$3 mil, conforme consta no site da Caixa Econômica Federal. Com as vantagens, o valor chega a R$4.486,03. O regime de contratação é o celetista.

Veja os benefícios que os funcionários da Caixa têm direito:

Auxílio refeição/alimentação – R$ 831,16 (já somado no valor de R$4.486,03)
Auxílio cesta/alimentação – R$ 654,87 (já somado no valor de R$4.486,03)
Auxílio 13ª Cesta Alimentação – R$ 654,87 (já somado no valor de R$4.486,03)
Auxílio Creche/Babá – R$ 502,98
Possibilidade de ascensão e desenvolvimento profissional;
Participação nos lucros e nos resultados, nos termos da legislação pertinente e do acordo coletivo vigente;
Possibilidade de participação em plano de saúde e em plano de previdência complementar;
Possibilidade de participação em programa de elevação da escolaridade e desenvolvimento;
Programas de preservação da saúde, qualidade de vida e prevenção de acidentes;
Contrato de trabalho regido pela CLT e, portanto, com direito a FGTS, dentre outras vantagens.
A carga de trabalho é de seis horas diárias, totalizando 30 horas semanais. Entre as principais atribuições do técnico bancário estão:

Prestar atendimento e fornecer as informações solicitadas pelos clientes e público;
Efetuar todas as atividades administrativas necessárias ao bom andamento do trabalho na Unidade;
Operar microcomputador, terminais e outros equipamentos existentes na Unidade;
Instruir, relatar e acompanhar processos administrativos e operacionais de sua Unidade;
A instituição não deu detalhes de como virá esse edital, mas a tendência é que siga os moldes da última seleção, aberta em 2014. Na época, os candidatos foram avaliados por meio de prova objetiva e redação. A banca foi o Cebraspe.

Os interessados no cargo de técnico bancário precisaram responder 120 questões sobre as seguintes áreas:

Conhecimentos básicos para todos os Polos:
Língua Portuguesa;
Matemática;
Raciocínio Lógico;
Atualidades;
Ética;
Legislação Específica.

Conhecimentos específicos (todos os Polos, exceto Tecnologia da Informação – DF, RJ e SP)
Atendimento;
Conhecimentos Bancários.

Conhecimentos específicos (somente para os Polos de Tecnologia da Informação – DF, RJ e SP)
Tecnologia da Informação;
Conhecimentos Bancários.
A objetiva, de caráter classificatório e eliminatório, valeu um total de 204 pontos. Além disso, a prova foi do tipo CERTO ou ERRADO, seguindo tradição do Cebraspe. As questões de Língua Portuguesa e Conhecimentos Específicos tiveram peso 2 na avaliação, enquanto que as outras disciplinas tiveram peso 1.

A avaliação discursiva teve uma pontuação de até 20 pontos e consistiu em uma redação de um texto dissertativo, de até 30 linhas, a respeito de temas relativos aos conhecimentos específicos.

Folha Dirigida

Deixe uma resposta