Ex-prefeito Fonseca abandonou a Casa do Estudante de Oriximiná em Santarém ; imóvel está com dívida de mais de R$ 25 mil de aluguel atrasado

Destinada a receber e manter estudantes que vieram do município de Oriximiná estudar em Santarém, a Casa do Estudante de Oriximiná, localizada na avenida São Sebastião, no bairro Aldeia, em Santarém, no oeste do Pará, foi abandonada pelo ex-prefeito William Fonseca.

Amor por Oriximiná? William Fonseca deixou 10 meses de aluguel atrasado e agora estudantes podem ser despejados de imóvel em Santarém

O imóvel está com 10 meses de aluguel atrasado e os estudantes podem ser despejados a qualquer momento caso os aluguéis vencidos não sejam quitados. O valor da dívida é de R$ 25.460,00.

William Fonseca teve o mandato cassado pela Câmara de Vereadores de Oriximiná no último dia 22 de outubro. Ele foi denunciado pelo ex-vereador Zequinha Calderaro, por supostos crimes de responsabilidade e prática de infração político-administrativa. A contratação de pessoal para cargos que não foram criados por lei, para beneficiar aliados políticos, foi um dos motivos de sua cassação.

O locatário tentou por inúmeras vezes receber os aluguéis atrasados, mas todas as tentativas foram em vão. O prefeito cassado jamais se preocupou em manter em dia a locação do imóvel e agora, estudantes que estão em Santarém correm o risco de irem para a rua, caso o dono do imóvel promova uma ação judicial de despejo por falta de pagamento.

Em contato com o atual Secretário de Educação de Oriximiná, Sávio Pinheiro, ele falou que tomou conhecimento da situação há poucos dias e que a Secretaria Municipal de Educação (Semed), por orientação do prefeito Argemiro Filho, iniciou uma negociação com o locatário para viabilizar o pagamento dos aluguéis atrasados. O secretário, que assumiu a pasta no último dia 17 de novembro, garante que a Prefeitura não irá deixar os estudantes desamparados.

O contrato de locação do imóvel foi assinado no dia 04 de janeiro de 2021 e tem validade de um ano.

Até a próxima semana, o atual secretário de Educação espera ter uma resposta em relação à negociação dos valores atrasados com o locatário do imóvel.

Deixe uma resposta