Preço da gasolina e diesel continua alto nos postos de combustíveis na cidade

Um dia após entrar em vigor o novo reajuste do preço da gasolina, ainda tem muito motorista em Santarém, no oeste do Pará, reclamando de cobrança abusiva no preço dos combustíveis no município. Isso porque, ainda na noite de quinta-feira (10), a maioria dos postos da cidade decidiu aumentar por conta própria o valor do produto, causando uma grande correria de motoristas para abastecer seus veículos.

Gasolina está mais cara nos postos de combustíveis da cidade desde a última quinta-feira (11).

O novo valor entrou em vigor na sexta-feira (11), mas teve empresário que não esperou o dia clarear para repassar ao consumidor, o reajuste anunciado pela Petrobras na quinta-feira. Como resultado, uma centena de motoristas tentando comprar gasolina com o preço antigo. Mas não adiantou muito a histeria e muito menos à ida aos postos: a gasolina já estava cara.

Nas redes sociais, muitos motoristas denunciaram o reajuste antes do tempo e relataram ainda cobranças abusivas, já que em muitos estabelecimentos, o preço da gasolina variava entre R$ 7,10 / R$ 7,20 / R$ 7,25/ R$ 7,35.

Na quinta-feira, por exemplo, o preço da gasolina custava 6,68. Já na sexta feira, o menor valor variava entre R$ 7,10 e R$ 7,28. O diesel vendido nos postos da cidade também está com preço bastante variável de posto para posto, mas a média geral é de R$ 6,90.

Em razão das reclamações dos motoristas, o Procon agiu e na sexta-feira pela manhã notificou vários estabelecimentos e deu prazo de 7 dias para que justifiquem os aumentos antes do tempo e os preços aplicados. Pelo menos 12 estabelecimentos na cidade foram notificados por divergência nas notas fiscais de entrada e saída de produtos. Eles alegam que já receberam o combustível reajustado e apenas aplicaram o novo valor nas bombas.

O Procon orienta que o consumidor que se sentir lesado pode e deve ingressar com uma ação contra o estabelecimento por danos materiais.

O representante do Sindicombustível em Santarém, Jocélio Carneiro, disse que a responsabilidade pelo aumento da gasolina nos postos é de cada dono de estabelecimento e que o preço do produto é calculado em dólar. Ele disse ainda que a guerra entre Rússia e Ucrânia fez aumentar o preço do barril do petróleo e que vai afetar ainda mais todo o mundo.

Deixe uma resposta