Sespa desmente circulação de nova cepa do coronavírus no Pará

A Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), minimizou a declaração dada pelo governador Helder Barbalho, feita em uma rede social, na noite de quinta-feira (21), sobre uma segunda onda de contaminação do novo coronavírus na região Oeste do Pará. A informação é do Portal ORM, do grupo O Liberal, divulgada nesta sexta-feira. Segundo o Portal, a Sespa, por meio de nota, descarta que entre os casos positivos confirmados tenham registros de uma nova cepa do coronavírus, variante já identificada no estado do Amazonas.

Governador Helder Barbalho está na região acompanhando de perto a situação dos municípios no enfrentamento à Covid-19. Ag. Pará

Na nota, a Sespa informa que “a Secretaria de Estado de Saúde Pública informa que não há casos confirmados da cepa do coronavírus do Amazonas no Estado do Pará”. A confirmação veio após a grande repercussão de postagem feita pelo governador Helder Barbalho, que visita a região oeste do Estado. Essa região tem vários municípios paraenses vizinhos ao estado do Amazonas, onde a nova cepa do coronavírus foi detectada e uma grave crise epidemiológica se instalou no últimos dias, inclusive com escassez nos estoques de oxigênio para atendimentos de casos de covid-19 e com altas nos índices de ocupações de leitos.

Eram 20h26 quando o governador Helder Barbalho citou gravidade da situação no oeste paraense. “É preciso que todos sigam as recomendações sanitárias, usem máscaras e respeitem o distanciamento social”, disse o governador, após publicar  que lamentava informar que “no extremo Oeste do Pará, constatamos que a segunda onda de contaminação do Novo Coronavírus chegou” à região.

A mensagem, divulgada em sua conta no Twitter, teve grande repercussão, suscitando debates entre especialistas, e dívidas, na população em geral, se já se trataria da nova cepa do coronavírus, encontrada no Amazonas. Muitos aguardavam, nessa sexta (22), um posicionamento da Sespa sobre o assunto.

Governador visita região vizinha ao Amazonas

Na manhã desta sexta, Helder Barbalho visitou o Hospital 9 de abril, em Juruti. Na quinta-feira (21), o governador reuniu com prefeitos e esteve em Faro e Terra Santa para acompanhar a situação da saúde pública. O governador ainda estará em Óbidos ainda hoje. Alguns dos municípios da região oeste do Pará também enfrentaram problemas com a falta de oxigênio e dificuldades logísticas nos insumos hospitalares, no últimos dias. 

 Em Faro, o governador acompanhou os atendimentos do Barco Hospital Papa Francisco, que o conduziu rio abaixo até o distrito de Nova Maracanã. A embarcação está com cinco pacientes sendo estabilizados em leitos clínicos. Com apoio do governo estadual, o município de Faro também recebeu 30 cilindros comprados pela prefeitura. O hospital flutuante anunciou ainda ontem a transferência de nove pacientes para as redes de hospital do Estado. Dois pacientes seriam encaminhados ao Hospital Regional Baixo Amazonas, em Santarém, e os outros sete receberiam assistência no Hospital 9 de abril, em Juruti.

As informações são do Portal ORM

Deixe uma resposta