Polícia Federal cumpre mandados de busca e apreensão em Santarém; R$ 6 milhões são bloqueados das contas de suspeitos

A Polícia Federal está cumprindo mandados de busca e apreensão em diversos pontos de Santarém, no oeste do Pará. A operação ‘Pavão Misterioso’, deflagrada na manhã desta terça-feira (8), combate crimes de extração ilegal de madeira, associação criminosa, falsidade e uso de documentos falsos e obstrução de justiça.

Por determinação judicial foram bloqueados mais de R$ 6 milhões das contas de pessoas físicas e jurídicas alvos das investigações dos federais e suspeitas de envolvimento em práticas criminosas.

Se confirmadas as hipóteses criminais, os investigados podem ser condenados a mais de 15 anos de prisão. O nome da operação faz analogia à literatura de cordel e associa a dificuldade em se desbaratar a quadrilha, que fez uso de interpostas pessoas, laranjas e testas de ferro, para prática de crimes e consequente dificultar a investigação policial.

A delegacia da PF em Santarém não informou mais detalhes da operação que ainda está em andamento até a publicação desta matéria.

A assessoria de comunicação da polícia informou que foi adotada logística especial de preservação de todos os envolvidos na missão, a fim de preservar a saúde dos investigados, testemunhas e policiais com a finalidade de evitar o contágio do Covid-19.

Deixe uma resposta