Polícia investiga morte de recém-nascido após briga de casal em Santarém

A morte de um recém-nascido de apenas dois meses está sendo investigada pela Polícia Civil, no âmbito da Delegacia da Criança e do Adolescente, em Santarém, no oeste do Pará. A criança teria morrido durante a madrugada. Os pais, Fabrício Cunha e Paula Emanuele Medeiros, foram conduzidos até a 16ª Seccional Urbana de Polícia Civil para explicar as circunstâncias que poderiam ter causado a morte da criança.

Fabrício nega que agrediu a esposa e que encontrou o filho morto depois que foi avisado por familiares

Fabrício e Paula estavam bebendo na noite de terça-feira (21), na residência de um amigo do casal.  Após um desentendimento entre eles, o homem teria ido para a casa de seus familiares, enquanto que a mulher voltou para sua residência, no bairro Vitória Régia na Grande Área da Nova República.

De acordo com a versão dada por Fabrício, ele foi informado por familiares que o filho estava morto e voltou para a casa. Chegando lá se deparou com o corpo da criança sem vida. Ele então chamou a mãe, enquanto que os parentes acionaram a polícia via Niop.

O casal foi levado para a delegacia e lá deu sua versão dos fatos. À polícia, Paula teria contado que foi agredida pelo companheiro. Fabrício nega a acusação e diz que está com a consciência tranquila.

Um vizinho afirma que presenciou a briga entre o casal.

Um inquérito foi instaurado para investigar as causas da morte da criança.

Deixe uma resposta