Jovem que matou padre a facada é condenado a 19 anos de prisão em Santarém

Christian Roberto da Silva,19 anos, foi julgado nesta quinta-feira (24) e condenado a 19 anos de prisão pela morte do padre José Ronaldo Gomes Brito, janeiro de 2021, na ocupação Bela Vista do Juá, em Santarém, no oeste do Pará. O julgamento dele encerrou por volta das 22h30, quando o juiz Gabriel Veloso de Araújo anunciou o resultado da sentença. Por maioria de votos, os sete jurados acataram a tese de acusação: homicídio qualificado por motivo fútil.

Padre José Ronaldo e seu algoz, Cristian Roberto

Os jurados consideram que Cristian praticou homicídio qualificado por motivo fútil.

A defesa Cristian feita pelas advogadas Priscila Patrício e Rosiane Souza, informou que irá recorrer da sentença.

O padre José Ronaldo Gomes Brito era vigário da paróquia da cidade de Belterra e membro da Pastoral Carcerária da Arquidiocese de Santarém.

O réu vai cumprir a pena em regime fechado.

Deixe uma resposta